HOME > BLOG

Conheça os benefícios do HJ ter um Biobanco

05/04/2022Genética
Imagem Header

Você sabe o que é um Biobanco e qual a sua importância?

           Segundo o Ministério da Saúde (2011), biobanco é definido como “coleção organizada de material biológico humano e informações associadas, coletado e armazenado para fins de pesquisa”. Essas coleções são extremamente importantes, pois impulsionam o desenvolvimento de novos estudos na área da saúde e auxiliam na descoberta de métodos mais eficazes para diagnosticar, prevenir e tratar doenças, incluindo câncer.

O Biobanco do Instituto do Câncer do Ceará (ICC), localizado no Hospital Haroldo Juaçaba (HJ), recebe amostras de tecido, conforme o perfil traçado, e esse material é armazenado com fins de pesquisa, no intuito de compreender como as doenças se desenvolvem e contribuir com a descoberta de novos tratamentos, de diagnóstico precoce, entre outros benefícios para os pacientes. 

 

Como funciona o nosso Biobanco?

           Nosso Biobanco realiza coletas de amostras biológicas de diversos tipos de tecidos provenientes de procedimentos cirúrgicos, mediante autorização dos pacientes por meio de Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). Para isso conta com o auxílio dos profissionais que fazem parte das equipes do centro cirúrgico e da patologia, além dos técnicos, assistente administrativo e pesquisadores do próprio setor. Cada um possui um papel essencial em todas as etapas do processo.

As amostras coletadas são armazenadas em tubos criogênicos, guardados em freezers -80° C, preservando as características moleculares. O armazenamento é feito de forma sistemática e organizada, permitindo uma fácil rastreabilidade.

            O setor está distribuído em sala administrativa e sala de arquivo, localizadas no 5º andar do prédio anexo, além de contar com uma sala no 2° andar do hospital, onde se encontram os freezers que comportam as amostras coletadas. A captação dos pacientes acontece por meio de busca ativa, onde são considerados elegíveis aqueles pacientes que já irão realizar procedimentos cirúrgicos no hospital e que possuem neoplasias malignas com lesões maiores que 1,0 cm. Além disso, é necessário que o paciente possua 18 anos completos e que autorize, por meio de assinatura, o armazenamento de sua amostra.

Todas as amostras permanecem guardadas e de forma sigilosa e quaisquer resultados de testes ou pesquisas não são compartilhados com empresa ou qualquer outra instituição que não tenha fins de pesquisa.


Quer saber mais sobre o Biobanco? Então leia mais um artigo, clicando AQUI.


Texto adaptado da colaboradora Samara Oliveira, do Laboratório de Biologia Molecular e Genética do HJ.

  • Margarida Rocha

    Parabéns ao hospital por esse banco de tecido pra ajudar tantas pessoas que precisam.

    Comentado em 06/04/2022 18:57

Postar comentário