HOME > BLOG O que é um biobanco

Biobanco do Hospital Haroldo Juaçaba

23/07/2021Pesquisa
Imagem Header

O QUE É UM BIOBANCO?
O Biobanco é uma coleção organizada de material biológico humano e informações associadas, coletado e armazenado para fins de pesquisa, conforme regulamento ou normas técnicas, éticas e operacionais pré-definidas, sob responsabilidade e gerenciamento institucional, sem fins comerciais (Ministério da Saúde 2011).

POR QUE CEDER O TECIDO?
Cientistas usam os tecidos desses bancos para estudar doenças e encontrar métodos mais eficazes para diagnosticar, prevenir e tratar o câncer. O tecido cedido não é utilizado em transplantes de órgãos ou transfusão de sangue.

COMO CEDER AMOSTRA BIOLÓGICA PARA UM BIOBANCO?
Para ceder tecido biológico é necessário que o paciente assine o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE), no qual constam esclarecimentos sobre o material coletado e sua utilização nas pesquisas. O TCLE é aplicado antes do procedimento cirúrgico e assinado pelo paciente ou responsável.

COMO ACONTECE A INCLUSÃO DA AMOSTRA NO BIOBANCO DO HOSPITAL HAROLDO JUAÇABA?
Durante o procedimento cirúrgico ao qual o paciente é submetido, o médico irá remover a quantidade necessária de tecido para o diagnóstico e tratamento. No entanto, há partes do tecido que não são necessárias para análise e esse excesso, que seria descartado, é incluído e armazenado no Biobanco, onde é mantido cuidadosamente protegido.

QUEM IRÁ SE BENEFICIAR DO BIOBANCO?
O paciente que cede o tecido para pesquisa não tem garantia de benefício direto, mas outros poderão se beneficiar no futuro. Isso ocorre porque é necessário um tempo prolongado para conclusão de novas descobertas científicas, que buscam possibilitar diagnósticos mais precisos e responder a perguntas importantes como: Por que o câncer se desenvolve? Como ele cresce? Quem tem risco de desenvolver a doença?

SE O PACIENTE CEDER O SEU TECIDO ISSO VAI MUDAR A SUA CIRURGIA OU SUA SAÚDE?
Não. O tempo de cirurgia e atenção ao atendimento serão exatamente os mesmos, independente da decisão do paciente de ceder tecido ou não. Sua decisão também não altera a quantidade de tecido removido durante a cirurgia, nem o número de visitas ao médico assistente.

COMO A PRIVACIDADE DO PACIENTE SERÁ PROTEGIDA?
O tecido retirado receberá um código de barras, capaz de garantir o anonimato de quem o cedeu.

EXISTEM IMPLICAÇÕES FINANCEIRAS PARA CEDER O TECIDO?
Não há nenhum custo financeiro para quem cede, da mesma forma que não haverá remuneração para quem participar das pesquisas.

O PACIENTE PODE MUDAR DE IDEIA DEPOIS DE CEDER O SEU TECIDO BIOLÓGICO?
Sim. É possível mudar de ideia a qualquer momento. No entanto, se parte do tecido já estiver sendo utilizado em um estudo em andamento, não será possível retirar a sua permissão. O TCLE, explica como ele deve se comunicar com o Biobanco para retirar a sua participação de pesquisas futuras.

OS RESULTADOS DA PESQUISA SÃO COMPARTILHADOS COM EMPREGADOR DO PACIENTE OU COM OS GESTORES DO SEU PLANO DE SAÚDE?
Não. Os resultados das investigações com o tecido não serão colocadas no histórico médico e tampouco serão comunicados ao empregador, planos de saúde ou qualquer outra pessoa.


Postar comentário